* The Brazilian Tourism Portal 'Visit Brazil' store *

Óleos faciais: conheça os principais tipos e seus benefícios

Você adora manter os cuidados com sua pele? Confira os principais tipos de óleos faciais e as vantagens de cada um deles para melhorar ainda mais sua rotina de skincare!

Os cuidados com a pele do rosto sempre foram ressaltados pelos profissionais das áreas de estética e moda. Nos últimos anos, esse mercado se expandiu muito e se diversificou, trazendo novos produtos para ajudar a manter a saúde deste que é o maior órgão do corpo humano.

Os óleos faciais são um exemplo disso, já que se tornaram um dos principais itens da rotina de skincare. O óleo de esqualano é um óleo fácil que ganhou notoriedade neste segmento por causa de suas propriedades e benefícios. Confira a seguir os principais tipos de óleos e faciais os benefícios de cada um deles!

Óleos faciais

Até poucos anos atrás, os óleos faciais eram recomendados para quem tinha a pele mais seca e precisava hidratá-la. No entanto, a diversificação desses produtos popularizou esses óleos e os fez serem conhecidos por pessoas com os mais diferentes tipos de pele, incluindo as oleosas.

Comparado a outros produtos voltados para os cuidados com a pele, esses óleos são absorvidos de modo mais rápido, o que potencializa a hidratação e a restauração da elasticidade dos tecidos, além de higienizá-la. Alguns óleos faciais também apresentam propriedades antifúngicas, antibacterianas e antioxidantes.

Principais tipos

Existem óleos faciais para os mais diversos tipos de pele, desde a seca até a oleosa. O tipo de óleo facial varia de acordo com o tipo de pele. Por isso, é preciso saber qual é o seu tipo de pele para escolher o mais adequado para a sua.

Peles oleosas e com mais facilidade a desenvolver acne devem priorizar gel e óleos contendo melaleuca e rícino, além de optar por óleos não comedogênicos (que evitam a obstrução dos poros).

O ideal é aplicar uma camada protetora de óleo sobre a pele do tipo oleosa após passar um hidratante leve e sem óleo, para evitar que os poros fiquem obstruídos. Os melhores tipo de óleo para esse tipo de pele são os de romã (reduz espinhas, tem ação anti-inflamatória e antibacteriana) e de rosa mosqueta (ótimo para tratar a pele irritada e rico em ácidos graxos, que reduzem a vermelhidão).

Já para as peles secas, é recomendado óleos fartos em ácido oleico (que ajuda a condicionar a pele, reduzir a secura e manter a umidade). Para conseguir esse efeito, é preciso aplicar até cinco gotas desse óleo em seu hidratante noturno, privilegiando áreas como rosto e pescoço.

É importante fornecer uma proteção para a pele, impedindo que ela perca umidade se o ar do ambiente estiver seco. Os melhores óleos para esse tipo de pele são aqueles feitos de amêndoa (rico em vitamina A e ótimo para combater espinhas) e  marula.

Por fim, as peles consideradas normais são aquelas que não sofrem com excesso de secura ou oleosidade e não tem sensibilidade acima da média. Para esse tipo de pele, é recomendado misturar até três gotas de óleo facial ao hidratante noturno.

Os melhores óleos faciais para peles normais são o óleo de argan - ótimo, pois é absorvido rapidamente e possui bastante vitamina E, que evita manchas escuras e danos à pele. É recomendado massagear o seu rosto com hidratante misturado com até três gotas de óleo de argan.

Dicas para aplicar corretamente

O primeiro passo para garantir que os óleos faciais sejam aplicados corretamente é higienizar bem as mãos e o rosto. Sem isso, você pode acabar espalhando sujeira pelo seu rosto e não garantindo uma absorção adequada do produto pela sua pele.

Além disso, aplique a quantidade adequada de óleo, evitando passá-lo na zona T (que engloba os dois lados da testa e o nariz).

Leave a comment

Please note, comments must be approved before they are published