* A loja do Portal Brasileiro de Turismo 'Visite o Brasil' *

De quanto em quanto tempo é recomendado comprar novas peças íntimas?

Segundo infectologista, não há um tempo certo, mas fatores que indicam o momento da troca.

Peças íntimas exigem cuidados especiais em seu uso e tempo de troca. Isso sem contar a lavagem, que deve ser feita sempre com produtos neutros, para preservar as calcinhas, cuecas e sutiãs. O objetivo vai além de evitar o desgaste do tecido, envolvendo também a prevenção de alergias.

Com isso, surge a pergunta: de quanto em quanto tempo devo comprar novas roupas íntimas? E quando é recomendado descartar as antigas? Descubra essas respostas agora!

Prazo de validade das peças íntimas

Segundo o infectologista Ralcyon Teixeira, “não existe uma validade em termos de descarte de peças íntimas após determinado período de uso. O que acontece é que ao longo do tempo ela pode perder a eficácia em termos de proteção das partes íntimas.”

Com isso, a peça pode ter furos ou ficar larga demais, o que facilita a possibilidade de assaduras e a proliferação de microrganismos na região íntima. O resultado é o surgimento de incômodos e doenças como micoses, candidíase, corrimento e até mesmo alergias.

Sinais de que chegou a hora da troca

Calcinhas, sutiãs e cuecas dão sinais de que não podem mais ser utilizados. Assim, por mais que sejam seus preferidos, é preciso descartá-los e comprar novos. Veja o que você deve observar em uma organização na sua gaveta!

Bojo danificado

O bojo danificado pode ter aros soltos ou não sustentar corretamente os seios, além de parecer amassado. Isso acontece devido ao uso e às lavagens, então, não há o que fazer: é o momento de se despedir da peça e comprar um sutiã novo.

Laterais soltas

Em calcinhas, cuecas e sutiãs, laterais soltas indicam que o tecido se desgastou. Ou seja, a peça não cumpre mais sua função e não se ajusta ao corpo. Para evitar assaduras (e consequentes problemas), descarte a roupa íntima e adquira uma nova.

Alças largas

Nos sutiãs e tops, alças largas e muito soltas sinalizam que a peça está muito frouxa e não sustenta mais os seios. Mesmo que você aperte e puxe as alças, irá notar que o sutiã ou top parece caído. Se o tecido estiver em bom estado, é possível trocar apenas as alças. Ainda assim, considere adquirir um novo.

Peças apertadas ou frouxas demais

A roupa íntima precisa ficar confortável e vestir bem no corpo: isso significa que não pode apertar e muito menos estar frouxa. Peças muito justas podem machucar a pele e abafar a região, incentivando o aparecimento de fungos. Já as largas demais ficam caindo e causam assaduras.

Rasgos e furos

Pequenos furos e rasgos são sinais de que o tecido se desgastou, seja pelo uso ou pelas lavagens. Apesar de poder costurar, o ideal é descartar a peça e considerar a ideia de uma nova.

Como fazer as peças íntimas durarem mais

Apesar de a troca ser indispensável em algum momento, você pode seguir dicas de conservação para que as peças íntimas durem mais. Confira algumas!

Lave à mão

O ideal é lavar as roupas íntimas à mão, porém, uma segunda alternativa é colocar em sacos próprios para lavagem de roupas delicadas na máquina. Use sempre sabão neutro e evite qualquer produto de limpeza perfumado. Também evite a água sanitária, pois ela desgasta o tecido.

Não torça

Caso opte pela lavagem à mão, não torça as peças depois de lavadas. Isso contribui para esticar e, consequentemente, estragar o tecido. Leve imediatamente para secar.

Seque na sombra

Quando for secar as suas roupas íntimas, opte sempre por um local arejado e à sombra. Não deixe as peças expostas diretamente ao sol e muito menos penduradas no box do banheiro. Inclusive, segundo o infectologista, “o ambiente não é propício, já que tem muita umidade e não permite que elas sequem direito.”

Guarde de forma organizada

A forma que você guarda as suas roupas íntimas também garante sua durabilidade. Evite amassar o bojo de sutiãs e separe as calcinhas de dia a dia das dos momentos mais especiais. Além disso, deixe-as dobradas e não espalhadas na gaveta.

Dejar un comentario

Por favor tenga en cuenta que los comentarios deben ser aprobados antes de ser publicados